Banner ABDPRO 1 Banner ABDPRO 1

Agravo para tribunal superior da decisão que, em agravo interno, nega seguimento a recurso especial ou extraordinário ou determina seu sobrestamento (CPC, art. 1.030, § 2 o, com a redação da Lei 13.256/2016)

Imagine-se uma das seguintes situações:

1. o presidente ou o vice-presidente do tribunal local nega seguimento a recurso extraordinário, porque, com relação à matéria debatida, (a) o Supremo Tribunal Federal, em outro(s) processo(s), negou a existência de repercussão geral ou firmou entendimento contrário à pretensão do recorrente, ou (b) porque o Supremo Tribunal Federal ou o Superior Tribunal de Justiça, firmou entendimento contrário à pretensão do recorrente, no regime de julgamento de recursos repetitivos;

2. o presidente ou o vice-presidente do tribunal local determina o sobrestamento de recurso especial ou extraordinário, por se tratar de matéria pendente de apreciação em um dos tribunais superiores, pelo regime de julgamento de recursos repetitivos.

Nesses casos, da decisão proferida pelo presidente ou vice-presidente do tribunal local, cabe agravo interno, nos termos do artigo 1.021. É o que dispõe o artigo 1.030, § 2o, do CPC.

Cabe recurso da decisão de improvimento desse agravo interno?

Leia mais:Agravo para tribunal superior da decisão que, em agravo interno, nega seguimento a recurso...

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

SUMÁRIO: 1. Introdução 2. Os embargos de declaração e a efetiva cooperação processual 3. As principais mudanças do recurso de embargos de declaração com o NCPC/2015 – ex vi dos arts. 1.022 a 1.026, da Lei n. 13.105, de 16 de março de 2015 4. Conclusões 5. Referência bibliográfica

Leia mais:EMBARGOS DE DECLARAÇÃO E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

Precedentes e a Tetralogia de Streck

É excelente a oportunidade apresentada pelo jurista Lênio Streck de debatermos a temática dos precedentes no direito brasileiro. O conjunto de quatro artigos, denominado de "tetralogia" por Streck,[2] traz amplo material para reflexão.

Nosso objetivo, neste breve ensaio, é apresentar nossa compreensão sobre a temática dos precedentes e dialogar com determinadas afirmações de Streck com as quais divergimos, em especial no tocante a sua compreensão sobre o tema na tradição jurídica do common law.

Leia mais:Precedentes e a Tetralogia de Streck

AÇÃO CIVIL PUBLICA AMBIENTAL E ASPECTOS RELEVANTES DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL (NCPC)

 

SUMÁRIO: 1. Introdução 2. A ação civil pública como instrumento de proteção ambiental 3. Algumas considerações específicas acerca da legitimidade ativa ad causam e interesse de agir na ação civil pública ambiental - em especial, o relevante papel desempenhado pela Defensoria Pública 4. Breve análise (primeiras impressões) ao direito fundamental à fundamentação - por decisões ambientais íntegras e coerentes - art. 489, § 1º, do Novo Código de Processo Civil (Lei n. 13.105, de 16 de março de 2015) 5. Conclusões 6. Referência Bibliográfica

Leia mais:AÇÃO CIVIL PUBLICA AMBIENTAL E ASPECTOS RELEVANTES DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL (NCPC)

LOCAÇÃO DE IMÓVEL DE PARTICULAR PELA ADMINISTRAÇÃO: UMA CRÍTICA À UTILIZAÇÃO DAS PRERROGATIVAS ADMINISTRATIVAS

SUMÁRIO: 1. Introdução. PRIMEIRA PARTE: DAS PRERROGATIVAS ADMINISTRATIVAS. 2. Aproximação das prerrogativas administrativas (cláusulas exorbitantes). 3. Surgimento e desenvolvimento do Direito Administrativo. 4. Surgimento do critério das cláusulas exorbitantes. 5. Reflexões sobre o Direito Administrativo atual. 6. Normativa essencial que regula as prerrogativas no sistema jurídico brasileiro. SEGUNDA PARTE: REGIME JURÍDICO APLICÁVEL ÀS LOCAÇÕES DE IMÓVEIS URBANOS DE PARTICULAR PELA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. 7. Locação de bem imóvel para fins urbanos. 8. Locação de bem imóvel de particular para fins urbanos. 9. Conclusões. 10. Referências Bibliográficas.

RESUMO: O artigo realiza uma análise doutrinária e jurisprudencial sobre a incidência na legislação pátria das prerrogativas da Administração Pública no âmbito das locações que envolvam imóveis urbanos. Com base na compreensão desses elementos, verifica-se que essas prerrogativas não deveriam ser aplicadas a todas as locações de imóveis urbanos, mormente, quando a Administração Pública figura como locatária. Essa afirmação, leva em consideração o disposto na Constituição Federal e nas normas infraconstitucionais, bem como a perspectiva atual do Direito Administrativo.

Palavras-Chave: Prerrogativas Administrativas. Cláusulas Exorbitantes. Direito Administrativo pós-moderno. Locação de Imóveis Urbanos pela Administração Pública.

ABSTRACT: The article makes a doctrinal and jurisprudential analysis of Brazilian law regarding the applicability of Public Administration prerogatives on leases involving urban real properties. Based on the understanding of these elements, we can verify that such prerogatives should not be applied to all leases of urban real properties, especially, when the Public Administration acts as the lessee. This statement takes into account the Federal Constitution and ordinary legislation, as well as the current perspective of Administrative Law.

Key Words: Public Administration prerogatives - Exorbitant Clauses - Postmodern Administrative Law - Lease of Urban Real Properties to the Public Administration.

Leia mais:LOCAÇÃO DE IMÓVEL DE PARTICULAR PELA ADMINISTRAÇÃO: UMA CRÍTICA À UTILIZAÇÃO DAS PRERROGATIVAS...

Mais artigos...

  1. ALGUMAS CONSIDERAÇÕES PRÁTICAS E DOUTRINÁRIAS A RESPEITO DO NEGÓCIO JURÍDICO PROCESSUAL NO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL
  2. Democracia e ativismo judicial, conforme Geocarlos Augusto Cavalcante da Silva: limites da jurisdição
  3. Principais escolas da interpretação jurídica com enfoque no sistema moderno de investigação e sua utilização na justiça do trabalho
  4. Ativismo judicial e concretização dos direitos sociais conforme Luiz Elias Miranda dos Santos
  5. A CAMPANHA ELEITORAL NAS REDES SOCIAIS
  6. JUSTIÇA DO TRABALHO E O CUIDADO COM A PROVA TESTEMUNHAL
  7. Ações transindividuais e legitimidade ativa dos movimentos sociais: uma proposta de Thadeu Augieri de Góes e de Winicius Pereira de Góes
  8. III Estudos Avançados de Direito do Trabalho e de Direito Previdenciário - Dias 16 e 17 de setembro de 2016
  9. TESTAMENTO VITAL E A DIGNIDADE NA MORTE[i]
  10. A legitimidade constitucional do ativismo judicial conforme Adalberto Camargo Aranha Filho e Marina Camargo Aranha
  11. Separação de poderes e Estado Democrático Constitucional, conforme Hermes Zaneti Jr.
  12. TST: Confira as novas alterações de jurisprudência em função do novo CPC
  13. Sobre a fundamentação da sentença em precedente ou enunciado de súmula (CPC, art. 489, V
  14. Pais são quem criam: Uma abordagem sobre as parentalidades afetiva e biológica[i].
  15. Jurisdinormação

Página 1 de 78

ISSN 1981-1578

Editores: 

José Maria Tesheiner

(Prof. Dir. Proc. Civil PUC-RS)

Mariângela Guerreiro Milhoranza

(Professora da Graduação em Direito, Ciências Contábeis e Administração
das Faculdades Integradas São Judas Tadeu/RS)

back to top